Scheldezicht

Scheldezicht

BRUT - architecture and urban design C.F. Møller

Scheldezicht é um dos destaques do projeto de desenvolvimento urbano “Nieuw Zuid” (Novo Sul), um novo bairro dinâmico e sustentável situado em Antuérpia, na Bélgica. O projeto Scheldezicht divide-se num edifício residencial de estrutura elevada complementado por escritórios, espaços comerciais e espaços coletivos. Este edifício proporciona aos moradores um prazer enorme de viver junto ao rio, estando ao mesmo tempo próximos do centro histórico da metrópole de Antuérpia. O efeito arquitetónico e visual do Scheldezicht carateriza-se pela “Estrutura Branca”, devido à utilização de betão à vista branco.

Situado numa excelente localização, junto ao rio Escalda, Nieuw Zuid foi projetado como uma aldeia verdejante rodeada pela cidade. Este novo bairro é um poderoso polo de atração para os melhores arquitetos, visto ter uns 2000 apartamentos, 38 edifícios e 12 ha de espaços verdes, provavelmente um dos maiores e um dos mais ecológicos projetos de construção que a Bélgica alguma vez conheceu. A cidade de Antuérpia está a instalar uma rede externa de aquecimento urbano para a totalidade do empreendimento, que irá fornecer calor a cada edifício através da utilização de fontes de energia renováveis. O projeto deverá ser concluído em 2030. Até lá, estarão também disponíveis infraestruturas públicas nomeadamente escolas, infantários, um pavilhão desportivo e um centro de serviços.

Tanto o local como os edifícios do bairro Nieuw Zuid atraem vários arquitetos de renome internacional. A torre residencial Scheldezicht representa assim um dos projetos emblemáticos deste local. Na verdade, esta oferece espetaculares panoramas, uma arquitetura original e uma localização simplesmente espantosa. A planta baixa em L é constituída por uma torre residencial de 24 andares complementada por um edifício de altura média de 5 andares. Scheldezicht permite-lhe viver nas alturas. Com uma superfície de 15.000 m², os 24 andares do edifício abrigam 116 habitações, escritórios, espaços comerciais e espaços coletivos aos quais se vêm acrescentar 5.000 m² de varandas, jardins de inverno e terraços no telhado que melhoram a qualidade de vida. Com a vista privilegiada sobre o rio Escalda, sobre o parque e sobre a cidade, pode dizer-se que se vive literalmente com a cidade a seus pés..

Elegante e distinta, a torre residencial é uma criação de BRUT architecture and urban design, em colaboração com C.F. Møller, dois gabinetes de arquitetura com um palmarés internacional impressionante. Modelo de sustentabilidade, a torre apresenta uma arquitetura tipicamente escandinava privilegiando um design sóbrio, tons verdejantes e dando uma especial atenção à habitabilidade e sociabilidade. Regra geral, as torres residenciais têm muitas vezes a tendência para sanar a falta de contacto social. Apesar das pessoas se cruzarem no elevador ou na entrada, não se cria nenhum verdadeiro vínculo entre eles. Os arquitetos pretenderam contrariar este paradoxo, graças à conceção arquitetónica do local. O edifício oferece uma ampla variação de tipologias habitacionais, de maneira a atrair diferentes tipos de moradores: pequenos estúdios para os jovens solteiros, lofts para os casais jovens com duas fontes de rendimento, vastas habitações para as famílias numerosas, apartamentos adaptados para os idosos, e até mesmo duplex inovadores agrupados em mini-comunidades verticais.

MasterLine 8 HI+ Janelas, CP 155 (-LS) Portas de correr e CW 60 Fachadas - Complexo de apartmentos Scheldezicht localizado em Antwerp, België

O efeito visual mais marcante é a “Estrutura Branca”, que define o caráter arquitetónico do edifício e que consiste numa combinação de terraços contínuos e de colunas em fachada, ambos feitos em betão à vista branco. Na “Estrutura Branca”, estão escalonadas varandas distintas de um andar para o outro. A fachada existente entre os terraços é composta de alvenaria e de caixilharia exterior em alumínio na cor antracite.

Para a Reynaers Aluminium, o projeto Scheldezicht é um exemplo notável de como a empresa pode trazer um valor acrescentado aos diferentes intervenientes durante o processo de construção. Desde o início, a Reynaers Aluminium foi convidada pelo empreiteiro e pelo arquiteto a participar no estudo conjunto dos planos do edifício e avaliar a forma como poderia traduzir todo este conceito em função dos nossos sistemas. É por isso que a sala de realidade virtual, AVALON, implementada no Reynaers Campus, a nossa sede social situada na Bélgica, foi utilizada para dar vida ao design do edifício na fase inicial da construção e mostrar como seria o aspeto dos sistemas de alumínio instalados.

MasterLine 8 HI+ Janelas, CP 155 (-LS) Portas de correr e CW 60 Fachadas - Complexo de apartmentos Scheldezicht localizado em Antwerp, België

Desta forma, a Reynaers Aluminium criou perfis especiais CW60 para o lado norte do edifício e os jardins de inverno, de maneira a cumprir com todos os requisitos desta orientação. Para os sistemas de correr CP155–LS 2-rail, foram realizados testes adicionais por forma a garantir a resistência ao vento e a estanquidade à água, um critério particularmente exigente devido à proximidade do rio. Relativamente ao caráter ecológico do novo bairro, foram utilizados sistemas extremamente isolantes, como por exemplo o Masterline 8 HI+, atingindo níveis de isolamento largamente superiores aos níveis exigidos pelas normas atuais.

Arquiteto: 
BRUT - architecture and urban design C.F. Møller
Localização: 
Antwerp, België