Urbo Business Center

Urbo Business Center

O arquiteto Nuno Capa projetou o edifício Urbo Business Center no Porto, Portugal para dar ênfase à criação de um fluxo visual e à otimização da luz natural em todos os pisos. Com 6000m2, fica localizado numa esquina e compreende 8 pisos, 2 subterrâneos para estacionamento, com uma área total de construção de 25.600 m2. O edifício combina design arrojado, arquitetura vanguardista enquanto responde a exigentes requisitos funcionais e de desempenho.

Princípio fundamental do projeto

O princípio-chave do projeto é a eficiência espacial. O edifício necessitava que a disposição dos escritórios fosse dimensional e flexível para que um escritório só com um ocupante se transformasse facilmente num espaço maior. Versatilidade foi, desde logo, um pressuposto do projeto.

Subjacente à eficiência espacial, estava a natureza do projeto de construção e os materiais a serem utilizados. A equipa pretendia minimizar fatores de complicação na conceção e construção e de elementos especiais ou personalizados, ao mesmo tempo que não abdicava de alcançar um visual único que resultasse num marco visual incontestável. Para tal, tanto os elementos estruturais como os de revestimento tinham de ser tidos em conta. O arquiteto Nuno Capa, a bysteel FS e a Reynaers Aluminium trabalharam em conjunto para produzir soluções utilizando as mais recentes diretrizes e práticas de sustentabilidade para prosseguir com a conceção e a construção.

As soluções encontradas pela equipa, desde a conceção da estrutura metálica do edifício até ao sistema de fachada de vidro, resultaram na certificação BREEAM GOOD.

Estrutura e organização do edifício

Ao estar rodeado por calçada, mais larga a norte e sul do edifício, justificou-se a importância da entrada dupla em fachadas opostas. As duas entradas encontram-se num foyer de 24m de largura que forma o centro do edifício. O foyer, vazio, é vital na função crítica de estabelecer a distribuição do edifício e tem uma enorme claraboia que traz ao espaço, toda a luz do exterior. Esta dimensão espacial e a transparência do foyer produzem relações visuais através dos vários andares, espaços de trabalho e áreas de circulação, reforçando o conceito de proximidade e colaboração entre os seus utilizadores.

O piso superior possui uma área menor, que esconde o equipamento de aquecimento, arrefecimento e ventilação. Também foram incorporados sistemas de gestão integrada para otimizar e reduzir o consumo. Foi instalado um sistema de iluminação LED em conjunto com os sistemas de ar energeticamente eficientes para maximizar a eficiência operacional durante toda a vida útil do edifício, sem perder o foco no conforto.

Um manifesto arquitetónico

O elemento principal do edifício é uma estrutura de fachada em alumínio Reynaers (fachada CW 50 com portas CS59 Pa-CD) com elementos de trama vertical e horizontal que serve para esconder tanto a estrutura de aço interior como um sistema integrado de recolha de águas, mas ainda mais importante: para proporcionar um visual marcante ao edifício.

Sobre o processo da criação da fachada, o arquiteto Nuno Capa diz, " O importante para nós foi garantir que a ligação entre os dois elementos da fachada é eficaz em termos de estanquidade ao ar e água, sem a necessidade de criar e construir peças especiais - ou seja, sem um processo de personalização. Com um acompanhamento contínuo, colaboração e coordenação articulada dos trabalhos entre a nossa equipa e a equipa da Reynaers Aluminium, foi possível resolver falhas e definir com grande detalhe o sistema proposto tendo cumprido a solução arquitetónica pretendida".

O resultado final é uma combinação marcante, quase rítmica de elementos com vários alinhamentos. É um manifesto ao design ousado, enquanto prova com sucesso que um edifício pode ser visualmente surpreendente, sem comprometer a eficiência, a funcionalidade e a versatilidade.

Instalador: 
bysteel
Arquiteto: 
Localização: 
Porto, Portugal View on map
Fotógrafo: 
João Morgado
Outros parceiros: 
DST Real Estate (Investors)
Sistemas Reynaers utilizados: