DC New Logic III

DC New Logic III

Um Projeto Desenhado para o Futuro

Junto à autoestrada em Tilburg (Holanda), foi construído um centro de distribuição futurista, com formas arredondadas em aço, vidro e alumínio. O promotor Dokvast nomeou a Habeon Architecten para projetar um edifício de alta sustentabilidade para a Rhenus Logistics. Este edifício de logística é uma verdadeira lufada de ar fresco comparado com os armazéns que poluem a paisagem das autoestradas e zonas industriais. 

O edifício DC New Logic III da Rhenus Logistics inclui em si uma vasta área, formas arredondas e grandes quantidades de vidro para este tipo de edifício. O arquiteto Hung Tran da Habeon Architecten foi o responsável pela criatividade do projeto da NewLogic III, tendo a localização e a autoestradacomo fontes de inspiração. 

Este centro logístico é sustentável, no verdadeiro sentido da palavra, garante Tran. “Não só na utilização de materiais e energia, mas também porque oferece um ambiente de trabalho agradável e pode ser dividido de forma flexível. E esta qualidade é fundamental, porque os progressos no setor logístico dão-se de forma muito rápida e se queremos que o edifício se mantenha por muito tempo, precisamos de projetar de forma inteligente. O cliente também solicitou especificamente um centro para o futuro.”

 

O Tubo 

Ao criar uma fachada sul de 290 metros de comprimento paralela à autoestrada, como um volume elíptico em que a forma esférica é cortada, é criada uma imagem dinâmica que é inédita para um centro logístico. Faz lembrar edifícios curvos como o centro comercial The Wall (Arquiteto VVKH) e o Cockpit, um showroom automóvel, no projeto que se estende ao longo da autoestrada (Kas Oosterhuis / ONL): o Acoustic Barrier.

“O cliente queria um edifício que captasse a atenção do olhar e que fizesse jus à dinâmica da sua localização. Optámos por uma forma dinâmica e orgânica: uma forma elíptica inclinada, extrudida’, afirma o arquiteto do projeto Hung Tran. ‘O extenso corte esférico da elipse alberga 38 cais de carregamento. Simultaneamente, criámos uma cobertura colossal que funciona como um sombreamento. Ao nível do telhado, fizemos um segundo corte no tubo para colocar painéis solares, os quais fornecem energia ao edifício.”  

O armazém, de froma retangular, encontra-se por trás da imagem dinâmica do Tubo. Uma parede intermédia entre a área de expedição e a área de armazenamento previne que o calor ou o frio afetem os produtos armazenados. O edifício tem uma dimensão total de 158 x 290 x 18 metros. 

Fachadas

O edifício tem um número considerável de fachadas que proporcionam a máxima entrada de luz natural e um ambiente de trabalho agradável. O grande dossel formado pelo corte do Tubo ao longo do lado sul do edifício funciona como um sistema de sombreamento para os escritórios e para as mezzanines. Estes pisos são dedicados à Logística de Valor Acrescentado, isto é, são onde os produtos são rotulados, etiquetados com preço, embalados e fornecidos com folheto informativo. 

 

As duas extremidades elípticas também são compostas inteiramente por sistemas de fachada. A Portalume Systemen - especialista na tecnologia de fachadas - produziu, forneceu e instalou cerca de 3,700 metros quadrados de fachada, aplicando o sistema CW 50 da Reynaers Aluminium. Aproximadamente 95% das fachadas são fabricadas por maquinaria; apenas as partes arredondadas são produzidas manualmente. Sobre esta sua escolha, Tran diz: "A caixilharia em alumínio ajusta-se perfeitamente à concepção de um centro logístico, uma vez que não carecem de manutenção. Além disso, com estes perfis de alumínio é possível criar detalhes airosos, através da visualização mínima dos materiais e máxima da  superfície envidraçada."

A fachada é ainda revestida com um sistema de cobertura Kalzip com solução de encaixe de clipagem, permitindo a criação de curvas elegantes. ‘A direção e o efeito de sombra do encaixe de clipagem reforça a curvatura do edifício. Aliada à forma, a cor clara do material anodizado evoca a imagem de um objeto futurista que aterrou ao lado da autoestrada. ”

Interior dinâmico

O Tubo também apresenta um interior dinâmico, com formas redondas nas paredes, mobiliário e iluminação. No hall de entrada, encontra-se uma escadaria em espiral de aço com 9 metros de altura que prende o olhar e fora desenhada por Habeon em parceria com a designer de interiores Maria Tellez. A escadaria tem um acabamento misto com uma solução em estuque cinzento antracite de 90 milímetros de espessura, com um corrimão integrado e iluminação LED.

 

Na zona dos escritórios, o acabamento do interior da elipse é composto por ripas de madeira Derako, sustentadas por um sistema invisível. Ao posicionar as ripas na horizontal, umas sobre as outras, a forma curva flui subtilmente do chão para o teto. Um banco de madeira em forma semicírculo acompanha a parede redonda. 

Um balcão em elipse e candeeiros anelares pendentes, estilo minimalista, rematam o design sofisticado do interior.

Certificação Breeam ao Mais Alto Nível

O centro logístico foi construído com materiais sustentáveis, luzes automáticas LED, vidro triplo, isolamento extra nos telhados e com o sistema de bombas de calor. O edifício obteve o certificado "Breeam Outstanding", com a elevada pontuação de 98.48%. No final de 2018, o telhado foi totalmente equipado com painéis solares. A produção de energia do edifício é agora maior do que a do próprio consumo.

Esta distinção é a prova de que o edifício foi projetado para o futuro.

Instalador: 
Arquiteto: 
Localização: 
Tilburg, Holanda
Fotógrafo: 
Hennie Raaymakers
Sistemas Reynaers utilizados: