Casa Eficiente e IFFRU 2020

Scroll

Casa Eficiente e IFFRU 2020

Dois programas de financiamento para requalificar energeticamente a sua casa, em destaque na V Semana da Reablitação Urbana de Lisboa

A Casa Eficiente e o IFFRU 2020 estiveram em destaque na V Semana da Reabilitação de Lisboa, ainda a decorrer no Pátio da Galé, de 9 a 13 de abril de 2018. O evento, co-organizado pela Vida Imobiliária e PROMEVI e com o Patrocínio de Ouro da Reynaers pelo terceiro ano consecutivo, dedicou a tarde da passada segunda feira à temática do Financiamento à Reabilitação Urbana, chamando até si centenas de profissionais e investidores do setor da construção e imobiliário, bem como proprietários que assim ficaram a par dos novos programas que fomentam o investimento na renovação do edificado em todo o país.

CASA EFICIENTE

Destinada a proprietários e orientada para particulares e condomínio, esta linha de financiamento está já vigor e funciona como um empréstimo reembolsável em condições muito favoráveis. Esta iniciativa governamental abrange projetos que incluam obras que beneficiem o desempenho ambiental das casas e edifícios.

As intervenções abrangidas pelo programa pretendem impulsionar o aumento da eficiência energética, onde se enquadra naturalmente a substituição de caixilharia com rutura da ponte térmica, vulgo “corte térmico”.

Mais info no portal Casa Eficiente

 

IFFRU 2020

Se é proprietário de um imóvel a precisar ser reabilitado, o IFFRU 2020 pode ajudá-lo na concretização deste investimento. Trata-se de um Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas concebido pelo Governo com o apoio da União Europeia. Já estão registadas mais de 228 intenções de investimento num valor total de 730 milhões de euros – a maioria avançadas por parte de empresas que vão beneficiar deste apoio. Mas os particulares não ficam de fora.

Ao fazer o seu pedido de financiamento junto de um dos Bancos selecionados como parceiros desta medida – Santander, Millenium, BPI e Banco Popular – candidata-se ao IFRRU 2020, que apoia medidas de eficiência energética complementares às intervenções de reabilitação urbana, como a troca dos sistemas de caixilharia, portas e janelas de desempenho eficiente.

O objetivo deste apoio é promover a reabilitação integral dos edifícios - sejam destinados à habitação, atividades económicas ou instalações de utilização coletiva - com idade igual ou superior a 30 anos ou, de idade inferior mas que demonstrem um nível de conservação considerado “mau” ou “péssimo” atribuído pela respetiva autarquia. A salientar ainda que os edifícios que se destinam a habitação deverão estar localizados no território definido pelo município no Plano de ação de Regeneração Urbana (centro histórico, zona ribeirinha ou zona industrial abandonada). Os restantes edifícios basta estarem situados na ARU – Área de Reabilitação Urbana.

Como são concedidos os apoios?

Os apoios são atribuídos através de dois produtos financeiros não acumuláveis entre si: empréstimos ou garantias associadas aos empréstimos concedidos pelas instituições bancárias.

Como garantir uma candidatura bem sucedida?

  1. Solicite parecer de enquadramento à Câmara Municipal responsável pela área de localização do imóvel;
  2. Faça-se acompanhar do Certificado Energético do imóvel, previamente elaborado por um perito qualificado pela ADENE;
  3. Solicite o pedido de financiamento junto de uma das instituições financeiras parceiras.

REABILITAR COM REYNAERS

Na Reynaers encontra um vasto leque de soluções que respeitam o estilo arquitetónico edificado, qualquer que seja a sua idade, tendo sempre presente o objetivo de aumentar o seu valor através da requalificação energética do mesmo. Fatores como estanquidade à água, permeabilidade ao ar, desempenho térmico, longevidade do sistema instalado, a par da segurança e do conforto acústico são primordiais no desenvolvimento dos sistemas. Aproveite a nossa presença na Semana de Reabilitação Urbana de Lisboa, para nos colocar todas as questões e optar pela solução que mais se adequa ao seu imóvel.