Buftea Residence

Fundindo forma, função e estética com a natureza

Localizada entre uma floresta e um lago, esta residência com apenas um andar na Roménia, une-se com a natureza. Desenhada pelo próprio proprietário, o arquiteto Razvan Oprescu de llox architecten, tem paredes sólidas que suportam o terraço que parece flutuar sobre os espaços interiores e uma espetacular área de vidros virados para a água. Inspirado pelas obras do arquiteto Mies Van Der Rohe, a casa é um exemplo contemporâneo do princípio “Menos é Mais” de van der Rohe.

À beira do lago de Buftea, situado bem perto da sua casa de infância na Roménia, Razvan Oprescu decidiu construir uma casa multifuncional para cumprir as necessidades da sua família, incluindo 3 adolescentes. Num lote de 3200 metros quadrados, a casa de apenas um piso de 560 metros quadrados e um complexo que inclui uma piscina, um campo de basquetebol e um sistema de home cinema. Oprescu explica que o design da casa teve de ser extremamente funcional a fim de acomodar as diferentes utilizações: permitir festas e entretenimento, mas proporcionando privacidade e uma sensação de conexão com o ambiente natural para cada membro da família.    

As grandes janelas facilitam a transição do interior para os espaços exteriores, oferecem uma sensação de liberdade, continuidade e ligação com a natureza

 

A influência do principio ‘Menos é Mais’

Durante todo o processo de design, Oprescu foi inspirado por Mies van der Rohe e pelo princípio ‘Menos é mais’. O design de Oprescu segue claramente este precedente com uma série de paredes sólidas e direcionadas que suportam um telhado de 700 metros quadrados que parece flutuar sobre o amplo espaço, libertando o interior e permitindo limites claros e espaços desfragmentados. Construído num único nível, todas as áreas da casa são totalmente acessíveis, e ao mesmo tempo oferecem distância entre os quartos, dando a privacidade necessária para cada membro da família. As grandes janelas e as extensões de vidros facilitam a transição do interior para os espaços exteriores, e oferecem uma sensação de liberdade, continuidade e ligação com a natureza.

 

No vídeo abaixo, pode fazer uma tour pela casa e descobrir as espetaculares extensões de vidro viradas para o lago.

Para uma experiência otimizada, assista ao vídeo com um dispositivo de realidade virtual ou aceda à aplicação do Youtube no seu tablet ou smartphone.  

CP 130 (-LS) Portas de correr, CS 77 Janelas, CS 77 Portas e CW 50 Fachadas - Villa Buftea Residence localizado em Roménia

A porta de correr tem um canto de abertura que se estende visualmente da cozinha e da sala de jantar para o exterior.

A organização interior oferece conexões com a natureza

O espaço social da casa é composto por sala de estar, sala de jantar, cozinha e home cinema, num total de 190 metros quadrados. O elemento central, que dá a união, é uma grande fachada envidraçada de 70 metros quadrados que oferece uma vista para o lago a partir de qualquer um dos espaços nesta área. As salas de estar e de jantar são visualmente separadas por uma chaminé, que respeita os princípios nos quais a casa foi visualizada, permitindo movimento em ambos os lados, garantindo assim um plano de piso fluído.

A área da cozinha é organizada com uma ilha de 4,8 metros de comprimento e dá acesso direto ao pátio. Os outros cinco quartos da casa, tem cada um a sua própria casa de banho e estão estrategicamente localizados. O quarto principal e o escritório estão localizados perto do espaço social da casa. Os três quartos para as crianças estão anexados a esta área por um longo corredor, que oferece privacidade, mas ao mesmo tempo acessibilidade. Todos os quartos desfrutam de vistas soberbas sobre o lago, enquanto que o escritório tem vista para o bosque.

“ OS SISTEMAS REYNAERS QUE FORAM UTILIZADOS ESTÃO EQUIPADOS COM VIDROS TRIPLOS E SÃO ALGO NOVO PARA A INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO ROMÉNIA”Razvan Oprescu (LLOX Architecten)

Novas soluções técnicas que alcançam ambições de design

A casa possui uns impressionantes 130 metros quadrados de vidraças. Os sistemas Reynaers que foram utilizados estão equipados com vidros duplos e são algo novo para a industria da construção romena. Oprescu explica: ‘A arquitetura e as soluções técnicas que eu escolhi não são comuns na Roménia. Portanto, a construção da casa, com os seus espaços muito largos, a ausência de pilares, juntamente com as exigências muito elevadas em termos de atenção ao detalhe, foram os meus maiores desafios. Encontrei um parceiro confiável no empreiteiro da obra, que teve a abertura, a inteligência e o prazer de descobrir novas soluções.’  Oprescu refere-se, em particular, aos sistemas de perfis de vidro utilizados, sendo CS 77 para as janelas e portas, uma porta de correr CP 130 e a fachada CW 50 com vista para o lago. A porta deslizante na cozinha é uma característica relevante que proporciona conforto adicional. Tem uma abertura em canto que permite que o espaço seja estendido para o exterior, cirando um terraço coberto.

CP 130 (-LS) Portas de correr, CS 77 Janelas, CS 77 Portas e CW 50 Fachadas - Villa Buftea Residence localizado em Roménia

Tranquilidade de dentro para fora

A textura e as cores dos materiais e acabamentos específicos para a casa enfatizam a sua ligação com o seu ambiente natural.  Foi utilizada na fachada a pedra calcária Natural Vratza, bem como nos pisos interiores e exteriores. As banheiras, o acabamento nas paredes da casa de banho e uma ilha na casa de banho principal são feitas de pedra natural. O piso de parquet instalado nos quartos e a sala de cinema, são de multicamadas de carvalho oleado.

No exterior, uma piscina exterior com 12,5m x 4,2 está inserida na paisagem, criando uma ‘piscina infinita’.

O jardim está geometricamente dividido em duas áreas principais, cada uma claramente delineada pelo seu acabamento. A parte do lago está coberta com relva, e a parte virada para a floresta, que também facilita a entrada para a propriedade, é finalizada com gravilha de calcário da mesma cor da fachada. A uniformidade das cores e texturas e o alinhamento dos plátanos que cercam a propriedade, oferecem uma sensação de tranquilidade e segurança.   

Uma visão única para o design

Fundindo forma, função e estética com a natureza, bem como o papel do cliente com o arquiteto, Oprescu fala do processo de design para sua residência Buftea:'Considero-me o cliente mais exigente que já tive. Então, apesar de ser uma vantagem, o facto de eu ter feito o design da minha própria casa, foi também  um desafio. A vantagem vem do facto de eu ter feito o design para mim, soube o que queria e podia e, assim, consegui facilmente endereçar as necessidades funcionais e as exigências estéticas. Além disso, na minha perspetiva, o arquiteto precisa de garantir o compromisso entre os sonhos do cliente e o esforço financeiro que é necessário para cumpri-los. Neste caso, era eu o arquiteto e o beneficiário.’    

Instalador: 
Localização: 
Roménia
Fotógrafo: 
Project solutions: 
CP 130 pocket solution