Qatar National Convention Centre

Qatar National Convention Centre

WS Atkins and Partners Burns and McDonnell Inc Arata Isozaki Halcrow Yolles/RHWL

Quando o arquiteto de vanguarda Arata Isozaki concebeu o Centro Nacional de Convenções do Qatar, desenvolveu um espetacular e convidativo hall de entrada com a forma de duas árvores entrelaçadas a suportar o teto do surpreendente edifício. O Centro Nacional de Convenções do Qatar (CNCQ) serve também como um local de reuniões multifuncional. É um centro de conferências que recebe concertos, galas e exposições.

A fachada de vidro tem uma extensão de 250 metros de largura e 15 metros de altura

O CNCQ situa-se na “Cidade da Educação”, não longe dos modernos arranha-céus do centro de negócios de Doha, capital do Qatar, estado rico em petróleo. O ícone de notável desenho está localizado no campo enorme, por entre as faculdades de algumas das melhores universidades do mundo, tais como Weill Cornell, Texas A&M, e Georgetown, bem como institutos de ciência e tecnologia como o Sidra Medical, o Centro de Investigação e o Parque de Ciência e Tecnologia. Esta é a casa dos ambiciosos planos futuros do Qatar, baseado no conhecimento da economia onde o petróleo e gás devem abrir caminho para a ciência e a educação, inovação,tecnologia e empreendedorismo. À firma de arquitetos Arata Isozaki & Sócios, foi dada uma área de 200.000 metros quadrados a desenvolver. Desenvolveram três edifícios: o centro de convenções, o centro de exposições e o parque de estacionamento com pisos múltiplos. O impressionante edifício constituído por quatro pisos principais tem uma entrada absolutamente espetacular. As duas estruturas de aço curvado em formato de árvore, com os seus 250 metros de comprimento, saltam à vista de uma forma incrível. Mas não é só isso. A árvore de Sidra não foi escolhida por acaso. A árvore é um ícone na cultura do Qatar. A sua origem vem de um marco luminoso no deserto que é utilizado pelos beduínos como um lugar de encontro e abrigo.

LUGAR DE ENCONTRO SIMBÓLICO

Os arquitetos estabeleceram logo o tom com o seguinte simbolismo: o centro de convenções é um local de encontro. No exterior do edifício, as pessoas podem partilhar conhecimento e histórias à sombra das árvores; lá dentro, o visitante é convidado a entrar no centro de conferências com toda a sua vastidão, altura e transparência. A sensação de amplitude é criada pela elevada entrada de luz, proporcionada através da aplicação do elegante sistema Reynaers CW 50. A extensa cortina permite a entrada de uma quantidade máxima de luz. Contudo, os visitantes não se sentem perdidos ou insignificantes, parcialmente devido à seleção de mobílias e aos espaços de lazer dispostos de uma forma cuidadosa que permitem ao visitante transitar confortavelmente. O facto de os visitantes terem a sensação de pertença a esta vasta entidade foi tornada possível pelo arquiteto através da criação das divisões e da disposição dos espaços de forma flexível, através de tetosamovíveis. O edifício principal está ligado através de dois volumes ovais interligados. O estacionamento tem espaço para mais de três mil carros e quarenta autocarros. Por outro lado, o arquiteto produziu uma entrada multifuncional com 40.000 metros quadrados de espaço.

 

Trata-se de uma entrada com capacidade de acolher cientistas convidados ou visitantes internacionais vindos, por exemplo, para a conferência sobre as alterações climáticas das Nações Unidas, uma das maiores conferências mundiais (com 17,000 delegados a comparecer a este evento). Esta capacidade coloca o novo Centro Nacional de Convenções do Qatar no mapa mundo no âmbito da logística (com o movimento suave de vastos grupos) e tecnologia (com audiovisual, acústica e equipamentos ‘high-tech’ integrados em tetos amovíveis com um toque final de lâmpadas que abrem e fecham). O CNCQ tem também a particularidade de ter um teatro com 2300 lugares de alto conforto e o palco, caracterizados por cores quentes e materiais luxuosos. Tem também três auditórios, 52 salas de reunião mais pequenas, uma sala para eventos de gala e outras actividades, seis luxuosos lounges VIP com catering cinco estrelas e sete suites de alojamento. Estes serviços fazem do QNCC um dos mais sofisticados, mais flexíveis e mais amplos centros de convenção do Médio Oriente.

A sensação de amplitude é criada pela elevada entrada de luz

LEVE E VERDE

Os esforços da Reynaers no projeto foram consideráveis. Providenciou o fornecimento de soluções requeridas para permitir a construção de extensas fachadas de vidro transparentes no centro de exposições com uma distância de pelo menos dezasseis metros sem suporte adicional. A fachada de alumínio e aço com coberturas em aço inoxidável no interior é reforçada com as fachadas OS de 650 milímetros de profundidade, cobrindo 5500 metros quadrados. O CNCQ foi construído com um foco na sustentabilidade. O edifício “verde” foi construído de acordo com a certificação ‘US Green Building Council’s Leadership in Energy and Environment Design’ (LEED). Através da aplicação de soluções inovadoras relacionadas com o baixo consumo de água e de energia, o edifício tem pelo menos 32 por cento de maior eficiência quando comparado com edifícios que não fazem uso destas inovações tecnológicas. Uma dessas inovações é o uso de 3500 metros quadrados de painéis solares que fornecem mais de doze por cento da energia utilizada no centro. O sistema eficiente com iluminação LED é também utilizado nos átrios de exposição. Futuramente, uma estação de comboios fará a ligação entre o centro de negócios de Doha e a “Cidade da Educação” e serão construídos mais parques automóveis e hotéis de luxo. Estas medidas tornarão o CNCQ mais acessível para ainda mais pessoas.

Façade section

Instalador: 
Jungbluth Alu Partners S.A.
Arquiteto: 
WS Atkins and Partners Burns and McDonnell Inc Arata Isozaki Halcrow Yolles/RHWL
Localização: 
Doha, Qatar View on map
Fotógrafo: 
Waleed Alabbas
Outros parceiros: 
Victor Buyck Steel Construction Sdn. Bhd. (General contractors) Baytur Insaat Tahhut A.S. (General contractors) Midmac-Six Construct J.V. (General contractors) MAN Enterprise (General contractors) Eversendai Engineering Qatar W.L.L. (General contractors) Qatar Petroleum (Project developers) ASTAD (Construction managers) KEO International Consultants (Construction managers) ASTAD (Project managers)
Sistemas Reynaers utilizados: 
Project solutions: 
CW 50 bespoke solution