Como é produzido o Alumínio?

O alumínio tem caraterísticas únicas. Por exemplo, é leve, resistente à corrosão e não magnético. É por isso que é utilizado em diversos setores, como o automóvel, embalagem e também… portas e janelas. Para produzir alumínio, o elemento óxido de alumínio é fundamental. Mas as caraterísticas podem ser melhoradas com a adição de pequenas quantidades de outros elementos. Vamos aprofundar-nos um pouco mais no processo de produção de alumínio.

 

Já se sabe que o alumínio é produzido a partir de óxido de alumínio. O óxido de alumínio é o elemento metálico mais abundante na crosta terreste. Compreende 8% do solo e das rochas do nosso planeta. O mineral com a maior concentração de óxido de alumínio é a bauxite. Está disponível em várias regiões tropicais e subtropicais. Como se extrai bauxite? É feito por mineração de superfície, onde é removida da superfície do solo.

Produção de alumínio em duas etapas

A produção de alumínio é realizada em duas fases:

  1. Processo químico (Bayer): o mineral de bauxite é granulado e refinado para obter o óxido de alumínio.
  2. Processo eletrolítico (Hall-Heroult): o óxido de alumínio é fundido para libertar o alumínio puro. É então fundido em lingotes.

O resultado é o que chamamos de 'alumínio primário'.

 

Ajustar as características do alumínio

Este material possui características únicas como:

  • Leveza.
  • Elevada resistência mecânica
  • Resistência á corrosão.
  • Não magnético.
  • Não tóxico.
  • Condutor de calor.
  • Resiliência.

Estas caraterísticas podem ser melhoradas ainda mais para ir ao encontro das necessidades da sua aplicação. Como? Adicionando pequenas quantidades de outros elementos e, desta forma, obtendo diferentes ligas. Para aplicações de extrusão para janelas e portas (explicadas abaixo), a liga de alumínio 6060 é especificada principalmente com os elementos adicionais Mg e Si. Estes elementos melhoram a resistência mecânica e a resistência à corrosão do alumínio.

 

Perfis de alumínio extrudido

Os sistemas de alumínio para portas e janelas usam perfis sólidos ou tubulares. Para criar esses perfis, o alumínio (pré-aquecido*) é pressionado através da matriz. Dá-se forma ao perfil. É um processo contínuo, que cria comprimentos muito longos de perfis. Esses perfis são cortados no comprimento desejado, estirados para desempenar e fortalecer sendo depois tratados.

A liga de alumínio é muito importante para garantir caraterísticas estéticas e técnicas. Esteticamente, a superfície do alumínio não deve mostrar imperfeições e deve ter uma cor uniforme. Tecnicamente, a liga de alumínio garante um bom fluxo através da matriz para criar perfis tubulares, alta resistência à corrosão e robustez.

*O alumínio usado para extrusão é pré-aquecido a +/- 450º C antes da extrusão e fundido a 660º C.

 

Sobre a resistência à corrosão do alumínio

Quando o alumínio é exposto ao ar, quase instantaneamente, uma camada protetora de óxido é criada como uma reação natural ao contacto com o ar. Essa camada resistente à corrosão pode ser aperfeiçoada ainda mais com tratamentos de superfície como a anodização. Uma camada eletroquímica de óxido de alumínio é formada no material, o que melhora ainda mais a resistência à corrosão.

 

O alumínio é infinitamente reciclável

Tal como acontece com outros metais, o alumínio é 100% reciclável. Ao cuidar apropriadamente durante o processo de reciclagem, o alumínio não perde as suas caraterísticas únicas. Isso significa que se pode reciclar sem parar, sem perder qualidade, por isso, desenvolvemos um foco claro na qualidade da reciclagem do alumínio. Isso permite-nos fechar o loop de alumínio ao reciclar perfis de janelas antigos e ao criar novos perfis infinitamente.