Skip to main content
  • ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia
  • ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia
  • ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia
  • ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia
  • ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia
  • Architects of Invention
  • Ivane Ksnelashvili
  • Dato Canava
  • Viliana Guliashvili
  • Devi Kituashvili
  • Elisso Sulakauri
  • Soso Eliava
  • Eka Kankava
  • Nika Maisuradze
  • Gogiko Sakvarelidze
  • Eka Rekhviashvili
  • David Dolidze
  • Niko Japaridze

Prosecutor’s Office Tbilisi

Tbilisi - Geórgia

O escritório do Ministério Público na capital Georgina de Tbilisi, desenhado pelo atelier composto por profissionais orientes da Georgia e do Reino Unido, Architects of Invention, é apenas um dos muitos marcantes projetos arquitetónicos que foram concluídos nos últimos anos neste jovem país, na fronteira entre a Europa e a Ásia.

Geórgia está a testemunhar o maior crescimento da construção do país em séculos. Um programa de arquitetura completamente novo -além de uma missão governamental - foi lançado pelo seu presidente Mikheil Saakashvili. É uma maneira de impulsionar a indústria do turismo - como o posto de fronteira espetacular o aeroporto em Mestia, criado pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer H. estrela, para citar um exemplo. Mas é também uma forma de criar uma nova imagem de um país moderno e auto consciente. Novos edifícios infraestruturais e culturais estão a ser construídos e também um número de novas Casas da Justiça foram recentemente construídas ou estão em construção, tais como aqueles em Mestia (também por Jürgen Mayer H.), Ozurgeti e Lasika (ambos Architects of Invention). Fuskas desenhou uma grande Casa de Justiça em Tbilisi e a UNstudio desenhou o novo Aeroporto Internacional em Kutaisi.

O escritório do Ministério Público é outro projeto notável na orla noroeste do centro da cidade, perto do edifício do tribunal de Tbilisi, em ambientes que são, principalmente industriais. O terreno situa-se na borda do beco de David the Builder King e tem uma zona de estacionamento por trás. “Este não é o local para projetar um edifício contextual - que poderia ser colocado em qualquer lugar“, diz o arquiteto Niko Japaridze, que costumava ser arquiteto sénior da OMA, o atelier de Rem Koolhaas. “O cliente pediu para projetar um edifício que irá reforçar a qualidade da arquitetura envolvente e vai agir como um marco na entrada da cidade.” tendo sido concebida como uma estrutura preta forte dentro da qual um conjunto de volumes de vidro parece flutuar. O caixilho representa a lei e os volumes de "espelho" agrupados dentro do caixilho representam o espelho da nossa sociedade e a destilação da lei", explica Japaridze. Cada função é expressa em cada caixa em particular, enquanto estão ligados através das escadas da rua, também completamente feitas de vidro. O núcleo da ideia para o Ministério Público é a transparência. Todas as funções são visíveis mutuamente externamente e internamente".

ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia

Transparêcia como essência principal

A transparência do edifício é ainda realçada pela escadaria (rua vertical) que liga a fachada envidraçada frontal à fachada traseira muito mais fechada. A entrada, o controlo de segurança e o lobby estão todos situados no rés-do-chão. No andar superior encontram-se o gabinete do Procurador, uma sala de reuniões, o refeitório, e uma varanda para o pessoal desse piso. O terraço no telhado é utilizado para conferências e festejos.

De forma perceber o conceito de um edifício completamente transparente, era essencial fazer as escolhas certas em termos de materiais e de pormenores. Como Japaridze explica, "Utilizámos o sistema de fachada Reynaers CW 50-SG na parte da frente para ter caixas de vidro ‘limpas’ sem caixilhos. O mesmo sistema foi utilizado na fachada traseira e elevações laterais, para permitir aberturas de janelas e esconder caixilhos no sistema de painéis de alumínio destas fachadas".

ConceptSystem 77 Janelas e CW 50-SG Fachadas - Prosecutor’s Office Tbilisi localizado em Tbilisi, Geórgia

Vista da “rua” interna com uma clarabóia ampla

No entanto, a imagem arquitetónica não foi a única coisa pesou. "A poupança de energia também foi uma questão principal no projeto", diz o arquiteto, dando outra razão para escolher o sistema de fachada de alumínio. 'A luz penetra no edifício até ao fim, e através das fachadas Reynaers. Isto deu-nos a possibilidade de alcançar esta transparência e de utilizar iluminação natural. As escadas internas são cobertas com uma grande claraboia com um sistema de fluxo de ar especificamente concebido que permite um fluxo de ar natural".

Outra escolha óbvia foi posicionar os lados fechados do caixilho a norte e sul, evitando o sobreaquecimento do interior e criando microclimas no exterior, interior, átrio e pátio. O arquiteto teria gostado de revestir a fachada sul com painéis solares. Mas infelizmente os custos não corresponderam ao orçamento", diz ele. No entanto, ainda existe a possibilidade de no futuro substituir os painéis de alumínio por painéis solares".

Sistemas Reynaers utilizados

Parceiros envolvidos

Arquiteto

  • Architects of Invention
  • Ivane Ksnelashvili
  • Dato Canava
  • Viliana Guliashvili
  • Devi Kituashvili
  • Elisso Sulakauri
  • Soso Eliava
  • Eka Kankava
  • Nika Maisuradze
  • Gogiko Sakvarelidze
  • Eka Rekhviashvili
  • David Dolidze
  • Niko Japaridze

Instalador

  • LG Glass

Fotógrafo

  • Architects of Invention

Outros parceiros

  • Ministry of Justice (Investors)